Sangue do Diabo

Você é o que você come, você vira o que você bebe?

Essa pergunta tola me assolou hoje. Assim, sem maiores pretenções, apenas pelo impacto (duvidoso por sinal).
O real mote é que tenho um amigo que comentou ter um amigo que é engenheiro químico, atuando na área alimetícia.
O cara me falou que o camarada diz o seguinte: “Se você soubesse o que essas porcarias levam, virava natureba e se mudava pro interior!”
Faz sentido. Basta analisar esses “corpus light” da vida. Um suposto alimento de baixíssima caloria que se propõe a sugerir o gosto de uma TORTA DE LIMÃO ou PAVÊ DE CHOCOLATE e que não possui açúcar e gordura (dois dos mais completos condutores/ativadores de paladar conhecidos) realmente tem que ter algo muito estranho ou mágico. E o nome dessa alquimia é QUÍMICA DA ENGANAÇÃO.
Por exemplo… basta ler uns três rótulos desse gênero de produto, e você vai encontrar a famosa GOMA GUAR. A goma guar é um espessante “natural” que precisou de alta tecnologia pra virar base para esses coquetéis de emulsificantes, corantes e aromatizantes artificiais. Dióxido de Titânio… MANJAS??
Serve pra várias coisas… desde fabricação de tintas, recuperar calor em industria nuclear, iridizar vidro, ligas para mísseis, bicicletas, óculos até implantes… E se rolam implantes (já que o elemento é considerado “fisiologicamente inerte”) por que não coloca-lo em nosso alimento dietético e naquele delicioso “suquinho de frutas” fake como corante? Veja o lado bom! Em caso de vazamento nuclear nas usinas de angra, comece a tomar algumas dezenas de litros de KI-SUCO e fique tranquilo!

O que realmente me preocupa é que com o avanço dessa área, tecnologia e estudo complexo das combinações de elementos, os caras chegem cada vez mais perto dos componentes “perfeitos”. Não se iluda! Perfeitos pros BOLSOS deles, afinal do momento em que se sintetiza esses componentes em escala industrial ao invés de busca-los na natureza, o processo todo se barateia.
A diferença é que na natureza existe um “pequeno” período de testes de alguns milhões de anos… já na indústria química… VOCÊ É A COBAIA!

Quer um exemplo legal?
Pega a COCA LIGHT aquela delícia que promete clonar o sabor da coca-cola convencional mas sem calorias. Ignoremos o fato da sua “explosiva” combinação química com MENTHOS abordada até no Mythbusters.
Bote num recipiente meia parte dela e meia d´água; Arruma uma roupa sua, não precisa ser novinha, mas nem tão vagabunda e de cor clara… TACA UM POUCO* DE COCA-LIGHT COM ÁGUA NELA…
Aguarda secar… olha QUE BELEZA…

*não é 100%… apenas ilustrativo, mas sem stress… com uma aguinha não fica qualquer mancha.


About this entry